Os Óxidos de Nitrogênio “NOx” tem a formação principalmente em processo de combustão e químico, apresentando impacto ao Meio Ambiente em função de serem percussores do Ozônio na atmosfera e também podendo levar a formação da chuva ácida.1

O tratamento de NOx nas emissões estacionárias é realizada através da injeção de Amônia ou Uréia nos gases provenientes do processo, que reagem com o NOx, formando N2 e H2O como subproduto.

As duas principais tecnologias para o tratamento das emissões estacionárias de NOx são:

SCR “Selective Catalyst Reduction” – DeNOx

SCR Por meio da aplicação de módulos catalíticos, os sistemas Steuler realizam o tratamento de poluentes gasosos, com alta eficiência, fácil operação e sem a geração de outros poluentes, sejam líquidos ou gasosos.
O sistema consiste na injeção de amônia ou uréia no gás a ser tratado, que é direcionado para o reator onde estão dispostos os módulos catalíticos onde ocorre a seguinte reação.

SCR–DeNOx1[1]

Através da vasta experiência no desenvolvimento do projeto e implantação de sistemas catalíticos, a Steuler garante o atendimento das Normas Ambientais. Outro fator importante é o estudo e fornecimento de equipamentos para o reaproveitamento da energia térmica do processo, otimizando os custos operacionais.

Aplicações Típicas:

  • Motores estacionários
  • Turbinas
  • Fornos industriais
  • Caldeiras
  • Incineradores
  • Processos químicos

Benefícios:

  • Alta eficiência de conversão do NOx 99,9%
  • Sem a geração de efluentes
  • Baixo consumo de NH3
  • Baixa perda de carga
  • Baixo custo operacional e investimento


NSCR “Non Selective Catalyst System”

O sistema consiste na injeção de amônia ou solução de uréia a temperaturas na faixa de 950 Celsius, onde a reação ocorre naturalmente sem a necessidade do elemento catalítico.